17 de abr de 2012

Sentimentos

738863

181765

Quanto tempo dura uma alegria para você?
Se for uma comemoração bacana, algo muito esperado, quanto tempo você comemora?
Se for uma disputa, um campeonato e você for o campeão, quanto tempo dura a emoção do triunfo?
E se for um amor, o primeiro beijo depois de muita batalha?
Quanto tempo seus lábios ficam sentindo esse gostinho, e quanto tempo seu coração fica disparado?
Preste atenção nas emoções da alegria; por maior que seja a explosão de felicidade, deixamos escapar os bons momentos pelos vãos dos dedos, parece que nossa alma anseia sempre por algo mais, o amor de ontem vira rotina nos próximos dias, o campeonato tão disputado já virou troféu na galeria, e daquele dia tão lindo, só restam algumas fotos, meio amareladas pelo tempo, pelo desuso.
Já a dor, o sentimento de perda, esse não esquecemos facilmente.
Perceba, quanto tempo choramos pelos entes queridos?
Quanto tempo perdido ao lamentar o amor que se foi?
Muitos não recuperam depois de perder um campeonato, outros não conseguem esquecer uma traição, outros não conseguem perdoar qualquer contradição, e arrastam por longos anos o sentimento da dor, cultivando uma doença na alma, um câncer que não se cura,
uma ferida que não seca.
Assim, neste dia que também vamos esquecer rapidamente, guarde a lição do Universo que lentamente constrói, desde filetes de água que um dia serão oceanos, até pequenos grãos de areia que se ajuntam com o vento, e um dia serão montanhas que iremos escalar. Seja grato com a vida que te traz oportunidades, saiba agradecer o pão que teu suor conquista, não lamente o que se perdeu, chore apenas pelo que não consegues buscar, porque todas as coisas te são possíveis, neste dia em que a alegria passa ligeiro e a tristeza quer fazer morada, no coração de quem não aprendeu que a vida é a jóia mais preciosa, que Deus entregou na mão de um ser especial, a quem Ele carinhosamente chama de filho: você.
Cuide bem do seu tesouro, a vida é dom de Deus!
(Paulo Roberto Gaefke)

Blog Coisas do Coração

Gaby Amarantos - Ex Mai Love (Audio)

Poemas…O amor

Image2b

casal20

Blog Coisas do Coração

Linda Mensagem…

Image2

407162

Blog Coisas do Coração

Basta Pensar em ti

GaPjxko

Image1

Blog Coisas do Coração

16 de abr de 2012

O amor, o casamento e suas diferenças - uma explicação fantástica com sa...

O CRISTAO E A SEXUALIDADE

O que todo marido espera da esposa e o que toda esposa espera do marido ...

10 Erros que o casal não pode cometer Josue Gonçalves

Palestra para Casais com Presbítero Cláudio Duarte - FAMÍLIA

SALVE SEU CASAMENTO

SEU CASAMENTO ESTÁ EM CRISE? ASSISTA ESTE VÍDEO E REFLITA ..(reflexão - ...

Antes de separar o casamento assista esse vídeo

De mãe para filho

Quero ver voce feliz (Meu filho Deus lhe proteja) - PAULO SERGIO e Rodrigo

Paulo Sérgio - Meu filho Deus que lhe proteja

Linda mensagem

CRIANA~1

"É loucura odiar todas as rosas porque uma te espetou. Entregar todos os teus sonhos porque um deles não se realizou, perder a fé em todas as orações porque em uma não foi atendido, desistir de todos os esforços porque um deles fracassou. É loucura condenar todas as amizades porque uma te traiu, descrer de todo amor porque um deles te foi infiel. É loucura jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo. Espero que na tua caminhada não cometas estas loucuras. Lembrando que sempre há uma outra chance, uma outra amizade, um outro amor, uma nova força. Para todo fim, um recomeço."
(O pequeno príncipe)

Blog Coisas do Coração

10 de abr de 2012

Um único Deus

Publicado em 10/1/2001

Josh McDowell e Bob Hostetler
Devocional Teen Editora United Press Ltda

"Então, falou Deus todas estas palavras: Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim" Êxodo 20:1-3
Qual é o quadro mais famoso do mundo? Provavelmente a Mona Lisa. Leonardo da Vinci pintou o retrato de Lisa Del Giocondo, a jovem esposa de mercador rico, por volta de 1503, em Florença, Itália. O sorriso que ele capturou no rosto da mulher tem encantado pessoas desde que o quadro foi to. Ela está feliz? Ela está triste? Seu sorriso está aparecendo? Ele está desaparecendo? Ou ela estava com uma pequena indigestão?
Você já viu o quadro, certo? Provavelmente não. Você viu cópias. Você viu fotos em enciclopédias, salas de aula, livros, shows de televisão - mas, a não ser que você tenha visitado o Museu Louvre em Paris, você nunca viu a verdadeira Mona Lisa.
A Mona Lisa é única. Só existe ela. Não existe outro quadro igual a ela. O que é verdade sobre a Mona Lisa é verdade, de uma maneira muito maior e profunda, sobre nosso Deus. Ele é único. Não há outro igual a Ele. Quando Moisés subiu o Monte Sinai muitos séculos atrás, Deus lhe entregou os Dez mandamentos:
Então, falou Deus todas estas palavras: Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim. (Êxodo 20:1-3)
O primeiro mandamento que Deus deu a Moisés revela que Ele é único. Não existe outro como Ele. Mas Ele é muito mais distinto do que a Mona Lisa. Só existe uma Mona Lisa no mundo, mas existem vários quadros. Só existe um Deus no universo, e não existe outro. Ele não é apenas único na sua categoria, Ele está sozinho na sua categoria. Só Ele é Deus. Ele diz: "Olhai para mim e sede salvos, vós, todos os termos da terra; porque eu sou Deus, e não há outro" (Isaías 45:22).
É por isso que Deus nos manda adorar somente a Ele. E é por isso que nunca estaremos satisfeitos adorando outro alguém ou algo.

Blog Coisas do Coração

Você tá legal?

Publicado em 2/3/2002

Traduzida em Português por João Ferreira de Almeida
A Bíblia Teen - Editora: United Press

Faça um pequeno teste para avaliar sua auto-estima. Depois de cada situação, veja se sua auto-estima sobre, desce ou permanece a mesma.
1. Seu pai ou sua mãe acorda você com um abraço, dizendo que você é um sonho de pessoa.
2. Seu pai ou sua mãe acorda você e reclama do estado do seu quarto. Termos como "bagunçado" ou "chiqueiro" fazem parte da lista.
3. Você perde o ônibus da escola.
4. A pessoa com a qual você gostaria de sair pára e lhe oferece uma carona.
5. Você recebe nota 10 num trabalho escolar importante.
6. Você recebe um 5 no teste de matemática.
7. Você gostaria muito de participar da próxima peça teatral da escola, mas seu nome não consta na lista.
Como reagiu a sua auto-estima? Você conseguiu equilibrar o bom e o ruim com uma dose saudável de respeito por você mesmo? Ou você acabou se afundando?
A vida oferece altos e baixos que afetam a auto-estima, mas Deus oferece uma forma melhor de a gente se auto-avaliar. Leia Isaías 44.1-8 para aprender o que Deus quer que pensemos a respeito de nós mesmo.
· O que este texto diz a alguém cuja auto-estima está baseada nos altos e baixos da vida?
· Como o fato de você saber que pertence a Deus afeta a maneira de sentir-se?
Que tal...
· Fazer uma lista do que você gosta em você. Para cada item sugira uma maneira de como poderia usar essa característica para servir a Deus.
· Pedir conselho ao seu pastor de jovens sobre elevar sua auto-estima.
Veja também: Deuteronômio 7.6-9, Salmo 139.1-16 e 1 Pedro 2.9,10

396379_326536670726234_100001097102221_932100_978572636_n

Blog Coisas do Coração

Deus tem alguém especial para você

Publicado em 11/15/2002

Pr. Nélson R. Gouvêa
Ministério com Famílias Jesus é Senhor - www.ministeriocomfamilias.hpg.ig.com.br

"Uma palavra de esperança e fé"
Brasil - Belo Horizonte/MG
"Deus faz que o solitário viva em família, e liberta aqueles que estão presos em grilhões, mas os rebeldes habitam em terra seca". (Salmos: 68:6)
Há um ditado popular principalmente no meio feminino no tocante a demora para se casar que diz que a pessoa que não consegue encontrar a sua metade "vai ficar para titia". Embora o número seja relativamente pequeno de solteirões ou solteironas, o certo é que vez ou outra encontramos alguns, com apelos emocionais e que chegam com pedidos na direção de que oremos para Deus mandar a pessoa certa para eles.
Outros, encontramos desanimados e murmurando dizendo que nesta vida eles não tem vez ao que se refere a área sentimental. Slogans aparecem nestes momentos para tentar amenizar a solidão como: "Antes só do que mal acompanhado". Os impacientes passam a usar termos bíblicos como do tipo: "O que vem a mim de maneira nenhuma lançarei fora". A verdade é que ninguém foi feito para ficar sozinho, solitário. É claro que o caminho seguro é procurar ficar debaixo da Graça de Deus e entender através do Espirito Santo que: "Deus faz que o solitário viva em família". Com certeza o príncipe ou princesa vai chegar em sua vida. Mas enquanto ele ou ela não vem, é bom considerar algumas coisas pra que você não se decepcione depois.
Aqui vão alguns conselhos práticos para que você possa entrar com alguma segurança em um relacionamento.
1. Pesquise e conheça bem a pessoa que você está gostando, antes mesmo de se envolver apaixonadamente em um relacionamento.
O que estamos querendo dizer que, embora ele ou ela se pareça com um príncipe ou princesa, você deve ter o discernimento de saber direito, de que reino esta pessoa faz parte, pois se não, o seu castelo de sonhos pode vir a ruir-se inesperadamente.
A Bíblia nos diz em Pv. 15:14 o seguinte: "O coração entendido busca o conhecimento, mais a boca dos tolos se apresenta de estultícia". É bom saber a procedência da pessoa. O reino das trevas é bem diferente que o Reino da luz. Não vá na onda de palavras cheias de galanteios. As suas raízes desta pessoa devem ser pesquisadas do tipo:
*Sua família, seus hábitos, seus gostos, suas atitudes para com você e principalmente com a família dele ou dela.
Dê um (uma) de detetive para não cair no conto do vigário. Por trás de belas declarações de amor do tipo: "Você é a coisa mais importante que surgiu em minha vida" pode estar camuflado um(uma) cafajeste com esposa(o) e filhos. Imagine só um pouco a sua decepção depois de alguns anos de casado, você descobrir que seu esposo(a) tem uma outra família e filhos. Por isso o melhor remédio é a prevenção. Não se envolva sentimentalmente. Não entre numa relação sem primeiro conhecer quase que 100% do seu pretendente.
2.Aprenda a gostar de você mesmo.
A Bíblia nos fala em Ef. 5:28 o seguinte: "Ninguém odeia a sua própria carne, antes a alimenta e a sustenta". Antes de gostar dos outros, certifique-se se você gosta de você mesmo. Se você conhece os seus limites. Até que ponto você é vulnerável. Seus pontos francos e fortes. Sua personalidade, seu caráter. Se seu emocional é controlável. Analise o quanto você ama e obedece a Deus. Quem não se respeita a si próprio não pode responder com liberdade pelos seus atos e não está preparado(a) para um relacionamento. Quem não tem Jesus Cristo como seu Salvador e Senhor é sumamente questionável.
A maneira como nos vestimos, andamos, comemos, falamos, afinal nos apresentamos na sociedade com certeza marcará diferença num possível relacionamento. Em outras palavras:
*Quanto as moças: Experimente vestir-se melhor, não confundido esta apresentação com motivos de sexualidade aflorada. Existem pessoas que pelo trajar são cobiçadas que nem prostituas. Este não é o caminho certo, porém apresentar-se sem nenhum atrativo, obviamente você estará afastando um possível pretendente.
*Para os rapazes é importante entre outras coisas cuidar a aparência, da higiene pessoal e das colocações a nível de conversas. Nenhuma mulher gosta de um homem que ainda continua criança. Procure ser uma pessoa madura e responsável. Relacionamento é coisa séria.
3.Cuidado com o julgo desigual.
A Bíblia afirma: "Que comunhão tem a luz com as trevas?" Este negocio de arranjar desculpas de que é fora da Igreja é que se encontra bons partidos não funciona. Neste anos de ministério pastoral eu posso mostrar-lhe uma lista enorme de casamentos que não deram certo, justamente porque esta regrinha simples foi desrespeitada.
Uma das qualidades indispensáveis no outro(a) é saber de verdade que ele(a) é um servo(a) de Deus. Se seu príncipe ou princesa está demorando, fique tranqüilo(a). Tenha paciência. Confie no Senhor. Ele tem o melhor para a sua vida. Saiba esperar. Nada de namorar um monte de parceiros, pra depois escolher o melhor. Lembre-se: namoro é compromisso para o casamento. O índice de divorcio está aumentando assustadoramente e um dos motivos seguramente é que durante o namoro experimenta-se vários parceiros e quando chega ao casamento a idéia é: "por que não experimentar também vários cônjuges"?
4. Respeite a opinião e a direção de seus pais.
A Bíblia diz: "Filhos obedecei aos seus pais no Senhor" Enquanto você estiver solteiro(a) mesmo que já seja maior de idade, seus pais devem ser ouvidos e respeitados. Um casamento feito em descordo com os seus pais será um problema, se não houver um milagre para o resto da vida. O diálogo e a identificação com seus pais com certeza trará segurança em sua decisão de parar ou continuar um relacionamento.
Bom, existe outras dicas que vamos deixar para outra oportunidade.
Pra você que é solteiro(a) e que está vendo a idade avançar e não está vendo nada acontecendo na área sentimental, fique firme. Confie no Senhor. Ele tem o melhor pra você. Não desanime, não abandone o Senhor Jesus. Ele é o único que pode dar estabilidade e fortalecimento nesta espera. Ninguém foi feito para viver na solidão fora da família e quando a Bíblia fala sobre o assunto o bom mesmo é acreditar.
Que Deus abençoe a sua vida e os seus relacionamentos e que você possa ser muito feliz e um pessoa plenamente realizada sentimentalmente amando e servindo o Senhor Jesus Cristo.

cin_06

Blog Coisas do Coração

AMOR OU PAIXÃO

Publicado em 12/6/2002

JesusSite

A M O R
Não nasce à primeira vista, ele cresce e se fortalece dia após dia e tem o tempo como seu aliado. Não provoca alterações orgânicas. Você continuará tendo um sono tranquilo e batimentos cardíacos moderados. Seu coração fica em paz e a ansiedade passa longe de você. Valoriza características como fidelidade e bom caráter.
Tem prazer em estar perto pelo companherismo, sinceridade, respeito, carinho que um ao outro pode proporcionar. A atração física fica em segundo plano. Não é cega. Você enxerga tanto as qualidades como os defeitos da pessoa amada, seu temperamento e personalidade. Não busca interesse próprio mas a felicidade um do outro.
Nunca ameaça seu equilíbrio emocional, físico e espiritual. Nunca se afasta da presença de Deus. Domínio próprio e equilíbrio pautam seus passos para não exagerar na intimidade antes do casamento e não venerar a pessoa amada. É estável - Não há dúvida no coração nem desejo de se envolver com outras pessoas. A pessoa amada é a única com quem quer estar por toda a vida. Pode não ter fim e trazer satisfação, segurança, paz e muita felicidade.
P A I X Ã O
Aparece na maioria das vezes tão rápido quanto um raio. Pode ser através de uma piscada de olhos, um toque nas mãos ou um pequenino gesto, mas também desaparece da mesma maneira como surgiu. Seus sintomas são: Insônia, falta de apetite, coração acelerado, mãos umidecidas pelo suor.
A ansiedade passa a ser sua companheira mais fiel. A atração física é muito forte. É cega. Por mais defeitos que a pessoa tenha, você sempre a considera a sétima maravilha do mundo. É egoísta. A única coisa que importa é satisfazer seus próprios desejos, custe o que custar. Pode se transformar em obsessão causando prejuízos emocionais, físicos e espirituais.
Seus caminhos conduzem os jovens a um relacionamento ilícito diante de Deus ( exagero nas carícias, prática sexuais, idolatria, veneração pela pessoa). Sua consequências podem ser gravidez indesejada, aborto, doenças sexualmente transmitíveis, traumas psicológicos. É volúvel - muda de endereço com muita facilidade. Por exemplo: num dia, uma moça pode estar apaixonada por um louro alto. No outro, estar interessada em um moreno atlético. E no fim do mês, descobrir que está "amando" um baixinho magricela. Seu fim é amargo. Em muitos casos só resta frustração, sentimentos de culpas, insegurança e desequilíbrio emocional, podendo levar ao suicídio.

Blog Coisas do Coração

Responsabilidade Social- MÃES MÁS

MÃES MÁS

Publicado em 5/10/2006

Dr. Carlos Hecktheuer, Médico Psiquiatra
JesusSite

O texto abaixo foi entregue pelo professor de Ética e Cidadania da escola Objetivo/Americana, Sr. Roberto Candelori, a todos os alunos da sala de aula para que entregassem à seus pais. A única condição solicitada pelo mesmo, foi de que cada aluno ficasse ao lado dos pais até que terminassem a leitura. Nos dias de hoje, sementes plantadas como a deste professor, creio que devem ser repassadas, afinal, o futuro pertence às nossas crianças e somos nós que as orientamos para a vida! Boa leitura à todos!
O Referido texto foi publicado recentemente por ocasião da morte estúpida de Tarcila Gusmão e Maria Eduarda Dourado, ambas de 16 anos, em Maracaípe - Porto de Galinhas. Depois de 13 dias desaparecidas, as mães revelaram desconhecer os proprietários da casa onde as filhas tinham ido curtir o fim de semana. A tragédia abalou a opinião pública e o crime permanece sem resposta.
Um dia, quando meus filhos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães, eu hei de dizer-lhes:
- Eu os amei o suficiente para ter perguntado aonde vão, com quem vão e a que horas regressarão.
- Eu os amei o suficiente para não ter ficado em silêncio e fazer com que vocês soubessem que aquele novo amigo não era boa companhia.
- Eu os amei o suficiente para os fazer pagar as balas que tiraram do supermercado ou revistas do jornaleiro, e os fazer dizer ao dono: "Nós pegamos isto ontem e queríamos pagar".
- Eu os amei o suficiente para ter ficado em pé junto de vocês, duas horas enquanto limpavam o seu quarto, tarefa que eu teria feito em 15 minutos.
- Eu os amei o suficiente para os deixar ver além do amor que eu sentia por vocês, o desapontamento e também as lágrimas nos meus olhos.
- Eu os amei o suficiente para os deixar assumir a responsabilidade das suas ações, mesmo quando as penalidades eram tão duras que me partiam o coração.
- Mais do que tudo, eu os amei o suficiente para dizer-lhes não, quando eu sabia que vocês poderiam me odiar por isso (e em alguns momentos até odiaram). Essas eram as mais difíceis batalhas de todas.
Estou contente, venci. Porque no final vocês venceram também! E em qualquer dia, quando meus netos forem crescidos o suficiente para entender a lógica que motiva os pais e mães; quando eles lhes perguntarem se sua mãe era má, meus filhos vão lhes dizer:
- "Sim, nossa mãe era má. Era a mãe mais má do mundo...".
As outras crianças comiam doces no café e nós tínhamos que comer cereais, ovos e torradas. As outras crianças bebiam refrigerante e comiam batatas fritas e sorvetes no almoço e nós tínhamos que comer arroz, feijão, carne, legumes e frutas. E ela nos obrigava a jantar à mesa, bem diferente das outras mães que deixavam seus filhos comerem vendo televisão. Ela insistia em saber onde estávamos à toda hora (ligava no nosso celular de madrugada e "fuçava" nos nossos e-mails). Era quase uma prisão! Mamãe tinha que saber quem eram nossos amigos e o que nós fazíamos com eles. Insistia, que lhe disséssemos com quem íamos sair, mesmo que demorássemos apenas uma hora ou menos. Nós tínhamos vergonha de admitir, mas ela "violava as leis do trabalho infantil". Nós tínhamos que tirar a louça da mesa, arrumar nossas bagunças, esvaziar o lixo e fazer todo esse tipo de trabalho que achávamos cruéis. Eu acho que ela nem dormia à noite, pensando em coisas para nos mandar fazer.Ela insistia sempre conosco para que lhe disséssemos sempre a verdade e apenas a verdade. E quando éramos adolescentes, ela conseguia até ler os nossos pensamentos. A nossa vida era mesmo chata! Ela não deixava os nossos amigos tocarem a buzina para que saíssemos; tinham que subir, bater à porta, para ela os conhecer. Enquanto todos podiam voltar tarde da noite com 12 anos, tivemos que esperar pelos 16 para chegar um pouco mais tarde, e aquela chata levantava para saber se a festa foi boa (só para ver como estávamos ao voltar).
Por causa de nossa mãe, nós perdemos imensas experiências na adolescência:
- Nenhum de nós esteve envolvido com drogas, em roubo, em atos de vandalismo em violação de propriedade, nem fomos presos por nenhum crime.
FOI TUDO POR CAUSA DELA!
Agora que já somos adultos, honestos e educados, estamos a fazer o nosso melhor para sermos "PAIS MAUS", como ela foi. EU ACHO QUE ESTE É UM DOS MALES DO MUNDO DE HOJE: NÃO HÁ SUFICIENTES MÃES MÁS!
Para meditação: "Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele." Provérbios 22:6

Blog Coisas do Coração