7 de jul de 2012

Muita saudade

ele[1]

Muita saudade que sinto
Do meu amor impossível,
Que hoje não vive mais.
Essa saudade dói.
Dói demais.
Foi ontem até parece,
Que nos vimos pela última vez,
E mesmo assim recordo de tua tez.
Foste amor que nunca esqueci,
Pois já faz tanto tempo.
Eu ainda era guri!
Recordo-me muito bem Dos nossos encontros secretos,
Daqueles lugares… ah, a sombra dos Palmares!
Volto aqueles dias felizes,
Revejo aquelas imagens,
Que representavam para mim a felicidade.
Nos dias atuais o que elas são?
São apenas lembranças perdidas no tempo,
Que por teimosia quis recordar.
Todas essas lembranças só me fazem chorar,
E sofrer.
A sinto a forte dor,
Que foi te perder…
E faço esta promessa a mim mesmo: Meu amor, nunca irei te esquecer!
Saudade! Saudade!

cin_06

 

[Carlos ..]

Blog Coisas do Coração

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário neste blog ..compartilhe comigo ...suas opiniões ,sobre esta postagem.